Compartilhe no Facebook

textos: Pão Diário. 2020-06-18

Abençoando na bagunça

Leia: Gênesis 28:10-22
A Bíblia em um ano: Neemias 10, cap. 11; Atos 4:1-22
…aquele que começou a boa obra em vocês irá completá-la até o dia em que Cristo Jesus voltar. (Filipenses 1:6
Às vezes penso, meti-me nessa confusão, e é melhor dar um jeito de sair.
Embora creia no Deus da graça, ainda tendo a agir como se a ajuda dele estivesse disponível apenas quando eu a mereço.
O primeiro encontro de Deus com Jacó é uma bela ilustração dessa inverdade. ------------------------------------------------------------------------------------
Jacó tinha passado a vida inteira tentando mudar o seu destino. Fora o segundo a nascer num tempo em que primogênitos recebiam a bênção paterna.
Acredita-se que, para garantir prosperidade, ele decidiu fazer qualquer coisa para consegui-la. Por fim, mentindo, obteve a bênção destinada ao irmão (27:19-29).
Mas o preço foi a família dividida, e Jacó fugindo do irmão enfurecido (vv.41-43). Ao anoitecer (22:11), Jacó deve ter se sentido muito distante de uma vida abençoada.
Porém, foi ali, deixando para trás o rastro da decepção, que ele encontrou Deus.
O Senhor lhe mostrou que ele não precisava de esquemas para ser abençoado; Jacó já era abençoado.
Seu destino:
— um propósito maior do que prosperidade material (v.14)
— estava assegurado por Aquele que jamais o deixaria (v.15). Jacó passaria a vida inteira aprendendo essa lição.

E nós também passaremos.
Não importa quantos são os nossos arrependimentos ou quão distante Deus parecer, Ele ainda está ali
— bondosamente nos afastando de nossa bagunça à Sua bênção.
— Administrador do site Pão Diário.

Senhor, sentimo-nos presos por nossos erros, achando que não há futuro. Lembra-nos de que és o Deus de Jacó e que nunca desistirás de Teu propósito para nós.

Deus nunca desiste do Seu amor e propósito para a nossa vida.