Compartilhe no Facebook

2020-06-15

Amável!

Leia: Jeremias 31:1-6
A Bíblia em um ano: Neemias 1, cap. 2, cap. 3; Atos 2:1-21
Eu amei você com amor eterno, com amor leal a atraí para mim. (v. 3)
“Amável!” A exclamação veio de minha filha. Eu não sabia o que ela queria dizer.
Então ela bateu em sua camiseta, herança de uma prima. Na frente, a palavra: “Amável.” Abracei-a com força, e ela sorriu.
“Você é amável!”, retribuí. Seu sorriso ficou ainda maior, se é que isso era possível, enquanto se soltava e repetia a palavra.
Não sou um pai perfeito, mas aquele momento foi.
Naquela interação espontânea e linda, vislumbrei no rosto radiante de minha menina o que é receber o amor incondicional: foi um retrato de prazer.
Ela compreendeu que a palavra em sua camiseta correspondia exatamente a como seu pai se sentia em relação a ela.
--------------------------------------------------------------------------------
Quantos de nós sabemos, no fundo do coração, que somos amados por um Pai cuja afeição é ilimitada? às vezes, lutamos com isso.
Os israelitas lutaram. Questionavam se as provações significavam que Deus não os amava mais.
Porém, em Jeremias 31:3, o profeta os lembra do que Deus dissera: “amei você com amor eterno”. Nós também desejamos esse amor incondicional.
Embora as feridas, decepções e erros que experimentamos possam nos fazer sentir que não somos amáveis.
Deus abre os Seus braços — os braços de um Pai perfeito — e nos convida a experimentar o Seu amor e descansar nele. — Adam R. Holz
Senhor, as dificuldades da vida podem nos fazer crer que não somos amáveis. Por favor, ajuda-nos a receber o Teu amor eterno, que transforma a nossa vida.

Ninguém nos ama tanto quanto Deus, o nosso Pai celeste.

textos: Pão Diário.