Compartilhe no Facebook

textos: Pão Diário.

Seja qual for o custo

Eles, porém, não declararam sua fé abertamente, por medo… (v. 42)
setembro 14 | A Bíblia em um ano: PROVÉRBIOS 19, Pv. 20, Pv. 21; 2 CORÍNTIOS 7.
LEIA João 12:37-43
O filme Paulo, Apóstolo de Cristo (2018) traz uma visão inflexível da perseguição nos primeiros dias da Igreja.
Até mesmo seus personagens menores revelam como era perigoso seguir a Jesus.
Identificar-se com Cristo muitas vezes teve alto custo.
E em grande parte do mundo, ainda é perigoso seguir a Jesus.
Muitos na igreja de hoje podem se identificar com esse tipo de perseguição.
Alguns de nós, no entanto, podemos nos sentir “perseguidos” e indignados sempre que a nossa fé for ridicularizada ou suspeitarmos que fomos preteridos para uma promoção devido às nossas crenças.
Obviamente, há uma diferença colossal entre sacrificar o status social e sacrificar a nossa vida.
Na verdade, o interesse próprio, a estabilidade financeira e a aceitação social sempre foram intensos motivadores humanos.
-------------------------------------------------------------------------
Vemos isso com os primeiros convertidos a Jesus.
João relata que, poucos dias antes da crucificação de Cristo, embora a maioria dos israelitas ainda o rejeitasse:
“muitos creram em Jesus, incluindo alguns dos líderes judeus” (vv.37,42).
Contudo, eles “não declararam sua fé abertamente […]. Amaram a aprovação das pessoas mais que a aprovação de Deus” (vv.42,43).
Hoje enfrentamos pressões sociais para esconder a nossa fé em Cristo.

Seja qual for o custo, unamo-nos na busca pela aprovação de Deus mais do que o elogio humano.

Por Tim Gustafson