Compartilhe no Facebook

textos: Pão Diário. 2020-06-10

Uma recepção calorosa

Leia: 1 Pedro 4:7-11
A Bíblia em um ano: 2 Crônicas 34, cap. 35, cap. 36; João 19:1-22
Abram sua casa de bom grado para os que necessitam de um lugar para se hospedar. (v. 9)
—Quem vai abraçar todo mundo?
Essa foi uma das perguntas que o nosso amigo Estêvão fez depois que recebeu a notícia de que tinha câncer e percebeu que ficaria longe da igreja por um tempo.
Estêvão é o tipo de pessoa que faz todo mundo sentir-se bem-vindo
— com uma saudação amigável, um caloroso aperto de mãos e até um “abraço santo” em alguns
— adaptando a colocação de Romanos 16:16, que diz: “Saúdem uns aos outros com beijo santo”.

E agora, enquanto oramos para que Deus cure o nosso amigo, ele está preocupado que, durante o tempo da cirurgia e do tratamento
— e longe da igreja local por um tempo, sentiremos falta daquelas recepções calorosas.

Talvez nem todos sejamos talhados para saudar os outros tão calorosamente como ele o faz, mas o seu exemplo de cuidado é um bom lembrete a nós.
Lemos na Bíblia para abrirmos nossa “casa de bom grado para os que necessitam de um lugar para se hospedar” ou de forma centrada no amor (1 Pedro 4:9; Filipenses 2:14).
A hospitalidade no primeiro século incluía oferecer acomodações aos viajantes — e até isso sempre começa com uma saudação calorosa.
Ao interagirmos com os outros em amor, seja com um abraço ou apenas com um sorriso amigável, isso “…trará glória a Deus por meio de Jesus Cristo…” (v. 11).
— Administrador do site Pão Diário
Senhor, ajuda-nos a representar-te perante os outros. Guia-nos a demonstrar hospitalidade de forma que mostre aos outros o Teu amor.

Quando praticamos a hospitalidade, compartilhamos a bondade de Deus.