Compartilhe no Facebook

textos: Pão Diário.

Caminhando na luz

Leia: Hebreus 12:18–24
A Bíblia em um ano: GÊNESIS 10, cap. 11, cap. 12; MATEUS 4
Aquele que é a Palavra possuía a vida, e sua vida trouxe luz a todos. (João 1:4)
A escuridão desceu sobre a nossa vila, na floresta, quando a lua desapareceu. Os raios cortavam o céu seguidos por uma tempestade e por trovões.
Acordado e com medo, eu imaginava, quando criança, todos os tipos de monstros prestes a me agarrar!
Ao amanhecer, porém, os sons desvaneciam, o sol aparecia e a calma voltava. O contraste entre a escuridão assustadora da noite e a alegria do dia era acentuado.
--------------------------------------------------------------------------
O autor de Hebreus relembra quando os israelitas experimentaram trevas sombrias e vendaval no monte Sinai e se esconderam com medo (ÊXODO 20:18,19).
Para eles, a presença de Deus, mesmo em Sua generosa dádiva da Lei, parecia terrível e apavorante.
Isso acontecia porque, como pecadores, os israelitas não conseguiam viver à altura dos padrões de Deus. O pecado deles os fazia andar na escuridão e medo (vv.18-21).
Mas Deus é luz; nele não há trevas (1 JOãO 1:5).
O monte Sinai representa a santidade divina e nossa velha vida de desobediência, enquanto a beleza do monte Sião representa a graça de Deus e a nova vida em Jesus, “o mediador da nova aliança” (Hebreus 12:22-24).
Todos os que seguem Jesus “não andarão no escuro, pois terão a luz da vida” (JOãO 8:12).
Por meio dele, podemos sair das trevas da nossa velha vida e celebrar a alegria de andar na luz e na beleza do Seu reino.

— Lawrence Darmani

A sua vida mudou com a presença de Jesus? 
Em que aspectos você quer crescer na fé?