Compartilhe no Facebook

textos: Pão Diário. 2020-08-01

Todas as coisas cooperam

Leia: Gênesis 45:1-15; 50:20
A Bíblia em um ano: Salmos 57, Sl. 58, Sl. 59; Romanos 4
E sabemos que Deus faz todas as coisas cooperarem para o bem daqueles que o amam… (Romanos 8:28)
A história bíblica de José é uma das minhas favoritas. De um rapaz promissor, até ser vendido como escravo por seus irmãos (Gênesis 37:12-36);
no Egito, é falsamente acusado de assédio sexual e preso (cap. 39); na prisão interpreta sonhos e é esquecido (cap. 40),
é chamado a interpretar o sonho do Faraó e, consequentemente, feito governador (cap. 41).

Anos depois, reencontra seus irmãos, confronta-os, perdoa-lhes e lhes promete proteção.
A leitura que José fez dos eventos de sua vida (50:20) ilustra o princípio de que “Deus faz todas as coisas cooperarem para o bem”.
A Bíblia nunca afirma que, no meu relacionamento com Deus, todas as coisas que acontecem são boas. José reconheceu que o que lhe fizeram era mau.
Temos que entender que viver inclui dores, frustrações e decepções.
Contudo, Deus está conosco o tempo todo. José não reconheceu a presença de Deus apenas quando se tornou governador do Egito.
Pelo contrário, ele viu o mover do Senhor ao longo de toda a sua história. Mesmo quando não conseguimos ver Deus agir, Ele está conosco.
A vida de José evidencia que o conjunto da obra revela o sentido. é isso que ele afirma quando conversa com seus irmãos (45:1-16).
As coisas, para nós, podem parecer incompletas, imprecisas e até inadequadas.
Porém, elas operam conjuntamente para termos o projeto completo e perfeito de Deus para nossa vida.

— Ney Silva Ladeia


Senhor, obrigado por Teus planos serem perfeitos.

Às vezes a dor embaça os nossos olhos. Mesmo tendo Jesus conosco podemos não o reconhecer.