Compartilhe no Facebook

Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvar-te-ão continuamente (Salmo 84:4).

MEDITAÇÕES SOBRE O LIVRO DE 2 CRÔNICAS (Leia 2 Crônicas 29:20-36)

Levou dezesseis dias para que catorze levitas e seus irmãos completassem a limpeza da casa do Senhor e colocassem tudo no seu devido lugar.

No entanto, não basta a casa estar “vazia, varrida e ornamentada” (Mateus 12:44). A adoração ao Senhor precisa ser restabelecida.

Tendo acabado de santificar o santuário, Ezequias não perde tempo. Ele acorda cedo para oferecer sacrifícios com os líderes da cidade e os sacerdotes (sem, contudo, tomar o lugar deles como Uzias fez).

Note que a oferta queimada e o sacrifício pelo pecado eram para todo o Israel.

Jamais esqueçamos isso: os crentes que se reúnem ao redor de Sua mesa não são nada mais que uma frágil “expressão” de todo o povo de Deus.

O pão e o cálice lembram o sacrifício oferecido, não apenas pelo pequeno número, mas também pela multidão dos redimidos que compõem a Igreja universal.

Por fim, os cânticos acompanharam as ofertas queimadas. Eles não podem precedê-las. Sem a obra do Gólgota, nenhum louvor ou alegria são possíveis.

No entanto, agora que tal obra está terminada, única e definitivamente, o serviço dos verdadeiros adoradores pode começar… e jamais terá fim (Salmo 84:4).