Compartilhe no Facebook

Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR! (Jeremias 17:5).

MEDITAÇÕES SOBRE O LIVRO DE 2 CRÔNICAS (Leia 2 Crônicas 28:16-27)

Insensível à graça que havia trazido de volta os cativos, Acaz se aprofunda ainda mais no mal. Agora ele busca a ajuda do rei da Assíria.

Está escrito: “Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR!” (Jeremias 17:5).

Apesar da riqueza que fora retirada do templo e dada a Tiglate-Pileser, este não quis ajudar o rei de Judá (v. 21). Então o ímpio Acaz acrescentou uma carga maior de pecados aos que já tinha.

Ele se voltou para os ídolos buscando uma ajuda que os homens não lhe puderam dar. Em outras palavras, ele se voltou para os demônios (1 Coríntios 10:20)! E, além de não obter o que desejava, o que fez causou-lhe a ruína.

Ao mesmo tempo, no ápice de sua maldade, Acaz fecha as portas do templo, como alguém que pretende vender ou abandonar sua casa.

Proíbe a entrada no santuário e enche a casa do Senhor de imundícias e impurezas (29:5; 16). A Bíblia declara explicitamente: “Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá” (1 Coríntios 3:17).

Sim, a medida da iniqüidade desse homem está completa. Acaz morre e nem é considerado digno de ser sepultado junto aos seus antecessores.