Compartilhe no Facebook
(IIcorintios6.João Ferreira de Almeida)
(IIcorintios6.Nova Versão Internacional)
(IIcorintios6.Nova Tradução Linguagem Hoje)
(IIcorintios6.Versão Católica)
(IIcorintios6.Testemunhas de Jeová)
(IIcorintios6.Nova Versão Transformadora)

2 Coríntios 6 - King James
A abnegação de Paulo em seu ministério
1. E nós, como cooperadores de Deus, vos exortamos a não acolher a graça de Deus de forma inútil.
2. Porquanto diz o Senhor: “Eu te ouvi no tempo oportuno e te socorri no dia da salvação” Com certeza vos afirmo que esse é o momento propício, agora é o dia da salvação! As marcas do ministério
3. Não damos motivo de escândalo em atitude alguma, a fim de que nosso ministério não seja achado em falta.
4. Ao contrário, como servos de Deus, recomendamo-nos de todas as maneiras: em muita perseverança; em sofrimentos, privações e tristezas;
5. em açoites, prisões e tumultos; em trabalhos árduos, noites sem dormir e jejuns;
6. em pureza, conhecimento, paciência e bondade; no Espírito Santo e no amor sincero;
7. na Palavra da verdade e no poder de Deus; com as armas da justiça, tanto no ataque como na defesa,
8. por honra e por desonra, por difamação e por boa reputação; tidos por desonestos, mas sendo verdadeiros;
9. como desconhecidos, porém bem conhecidos; caminhando como quem está prestes a morrer, mas eis que vivemos; torturados, mas não mortos;
10. entristecidos, mas sempre felizes; pobres, mas enriquecendo a muitas pessoas; nada tendo, mas possuindo tudo. Exortação a uma vida santa
Instante exortação à santidade
11. Ó, irmãos em Corinto, temos falado francamente convosco, com nosso coração aberto!
12. Nosso amor fraternal por vós não está restrito, contudo, vós tendes limitado vosso afeto para conosco.
13. Em termos de justa retribuição, vos falo como a filhos, abri, pois, também os vossos corações.
14. Jamais vos coloqueis em jugo desigual com os descrentes. Pois o que há de comum entre a justiça e a injustiça? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas?
15. Que harmonia entre Cristo e Belial? Que parceria pode se estabelecer entre o crente e o incrédulo?
16. E que acordo pode existir entre o templo de Deus e os ídolos? Porquanto somos santuário do Deus vivo. Como declarou o próprio Senhor: “Habitarei neles e entre eles caminharei; serei o seu Deus, e eles serão meu povo!”
17. Portanto, “saí do meio deles e separai-vos, diz o Senhor, e não toqueis em nada que seja impuro, e Eu vos receberei.
18. Serei para vós Pai e sereis para mim filhos e filhas”, diz o Senhor Todo-Poderoso!