Compartilhe no Facebook
(galatas3.João Ferreira de Almeida)
(galatas3.Nova Versão Internacional)
(galatas3.Nova Tradução Linguagem Hoje)
(galatas3.King James)
(galatas3.Testemunhas de Jeová)
(galatas3.Nova Versão Transformadora)

Gálatas 3 - Versão Católica
A lei é impotente para salvar, mas conduz a Cristo e à fé
1. A fé ou a lei Gálatas insensatos! Quem foi que os enfeitiçou? Vocês que tiveram diante dos próprios olhos uma descrição clara de Jesus Cristo crucificado!
2. Respondam-me somente uma coisa: foi por causa da observância da Lei que vocês receberam o Espírito, ou foi porque vocês ouviram a mensagem da fé?
3. Vocês são tão insensatos a ponto de ter começado com o Espírito e agora terminar na carne?
4. Foi em vão que fizeram tantas experiências? Se é que foi em vão!
5. Aquele que dá a vocês o Espírito e realiza milagres entre vocês, será que ele o faz por causa da observância da Lei, ou é porque vocês ouviram a mensagem da fé?
6. Foi assim que Abraão teve fé em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça.
7. Saibam, portanto, que somente aqueles que têm fé são filhos de Abraão.
8. É por isso que a Escritura, prevendo que Deus tornaria justos os pagãos através da fé, predisse a Abraão esta boa notícia: ""Todas as nações serão abençoadas em você.""
9. Portanto, aqueles que têm fé são os abençoados junto com Abraão, que acreditou.
10. Os que observam a Lei, porém, estão todos debaixo do peso da maldição, pois a Escritura diz: ""Maldito seja todo aquele que não é fiel a todas as coisas que estão escritas no livro da Lei para serem praticadas.""
11. Além disso, é evidente que ninguém pode tornar-se justo diante de Deus através da Lei, pois o justo viverá pela fé.
12. Ora, a Lei não se baseia sobre a fé, pois diz: ""Quem praticar os preceitos da Lei, viverá por meio deles.""
13. Cristo nos resgatou da maldição da Lei, tornando-se ele próprio maldição por nós, como diz a Escritura: ""Maldito seja todo aquele que for suspenso no madeiro.""
14. Isso aconteceu para que, em Jesus Cristo, a bênção de Abraão se estendesse aos pagãos e para que nós recebêssemos, pela fé, o Espírito prometido.
15. A lei e a promessa Irmãos, vou fazer uma comparação: ninguém pode invalidar ou modificar um testamento legitimamente feito.
16. Ora, as promessas foram feitas a Abraão e ao seu descendente. A Escritura não diz no plural: ""e aos descendentes""; mas no singular: ""e ao seu descendente"", isto é, a Cristo.
17. O que eu quero dizer é o seguinte: Deus firmou um testamento de modo legítimo. A Lei, que veio quatrocentos e trinta anos mais tarde, não pode invalidar esse testamento, anulando assim a promessa.
18. De fato, se é através da Lei que se recebe a herança, já não é mediante a promessa. Ora, foi por meio de uma promessa que Deus concedeu sua graça a Abraão.
19. Então, por que é que foi dada a Lei? Ela foi acrescentada para mostrar as transgressões, até a chegada do descendente, em vista do qual foi feita a promessa. A Lei foi promulgada pelos anjos, e um homem serviu de intermediário.
20. Ora, esse intermediário não representa uma pessoa só, e Deus é um só.
21. Então, a Lei estará contra as promessas de Deus? Claro que não! Se tivesse sido dada uma lei capaz de comunicar a vida, então sim, realmente a justiça viria da Lei.
22. A Escritura, porém, colocou tudo sob o domínio do pecado, a fim de que a promessa fosse concedida aos que acreditam, mediante a fé em Jesus Cristo.
23. Antes que chegasse a fé, a Lei tomava conta de nós, à espera da fé que devia ser revelada.
24. Os filhos de Deus A Lei, portanto, é para nós como um pedagogo que nos conduziu a Cristo, para que nos tornássemos justos mediante a fé.
25. Chegada a fé, já não estamos sob os cuidados de um pedagogo.
26. De fato, vocês todos são filhos de Deus pela fé em Jesus Cristo,
27. pois todos vocês, que foram batizados em Cristo, se revestiram de Cristo.
28. Não há mais diferença entre judeu e grego, entre escravo e homem livre, entre homem e mulher, pois todos vocês são um só em Jesus Cristo.
29. E se vocês pertencem a Cristo, então vocês são de fato a descendência de Abraão e herdeiros conforme a promessa.